Umbanda e Evangelho


Há alguns anos, recebemos uma caravana de companheiros vindos de Santa Catarina e que aproveitaram a passagem pela cidade para conhecer o nosso terreiro.


Fizemos uma gira especial para recebê-los e, após o trabalho, um dos elogios mais frequentes se deu em razão da leitura de O Evangelho Segundo o Espiritismo, que o presidente da casa fez, antes do início dos trabalhos.

Lembro-me de um senhor que me disse frequentar terreiros em todo o Brasil, pois viajava muito a trabalho e que, em todos os anos em que peregrinara pelo território nacional, havia encontrado um único terreiro que realizava a leitura do Evangelho, tendo agora encontrado o segundo.

Na hora, fiquei bastante impressionado, pois embora compreenda que exista todo um movimento que procura se afastar das influências espíritas da Umbanda, ao passo que se aproximam das influências afro com avidez, não imaginava que tão poucas casas trouxessem o Evangelho para dentro de seus trabalhos.

Se consultarmos o Regimento Interno da Tenda Espírita Nossa Senhora da Piedade (disponível na internet), encontraremos no art. 17, item 1, o seguinte:

São deveres de todos os frequentadores:

Procurar conhecer o Espiritismo Cristão pela leitura de obras doutrinárias tais como:

- O Evangelho Segundo o Espiritismo;
- O Livro dos Espíritos;
- O Livro dos Médiuns;
- O Espiritismo, a Magia e as Sete Linhas de Umbanda.

Dos cinco livros básicos do Espiritismo, o regimento (autorizado pelo Caboclo das Sete Encruzilhadas), recomendou três, estando em primeiro lugar, justamente, O Evangelho Segundo o Espiritismo.

Por esta razão e sabedor da importância da referida obra na orientação do espírito humano, recomendo que todos os terreiros o adotem.

Leonardo Montes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os anos de internet me ensinaram a não perder tempo com opositores sistemáticos, fanáticos, oportunistas, trolls, etc. Por isso, seja educado e faça um comentário construtivo ou o mesmo será apagado.