Deixando a Umbanda

caminhos

A Umbanda é só mais uma religião: nem melhor, nem pior que as outras. Apenas, mais um caminho que Deus ofereceu a humanidade para quem com ela se identifique.

Como uma religião a mais na Terra, ela pode ser adotada ou abandonada, conforme os interesses de cada pessoa, sem quaisquer outros prejuízos e temores imaginários.

Segundo pesquisa divulgada em 2017, no Mednesp, cerca de 44% dos brasileiros frequentam mais de uma religião e cerca de 49% adotaram uma religião diferente daquela em que “nasceram”.

Isto quer dizer que quase 50% das pessoas mudam de religião em algum momento de suas vidas. Inclusive, é um direito (art. 5º da Constituição).

E na Umbanda, não é diferente!

Talvez, a pessoa tenha se desencantado; talvez se sinta desamparada; talvez tenha perdido a fé nos guias, na mediunidade, em Deus ou em si mesma; talvez, tenha encontrado uma religião que fale mais alto ao seu coração ou tenha sido forçada, pela circunstâncias da vida, a seguir por outra via... Existem várias razões e só quem passa por isso é que sabe seus motivos.

Porém, todos são livres para entrar e para sair de qualquer caminho de fé.

E, se chegou o seu momento, o que posso lhe dizer é: vá com Deus e que ele te abençoe!

Leonardo Montes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os anos de internet me ensinaram a não perder tempo com opositores sistemáticos, fanáticos, oportunistas, trolls, etc. Por isso, seja educado e faça um comentário construtivo ou o mesmo será apagado.