Batismo na Umbanda

Ontem realizamos, mais uma vez, o batismo em nosso terreiro. Ainda influenciado pela boa energia do momento, gostaria de refletir um pouco sobre a importância do batismo na religião, conforme a doutrina aprendida por mim.

A ideia do batismo é uma herança católica e que, por sua vez, apoia-se no fato de que o próprio Jesus foi batizado por João Batista (Mateus 3:13-17) e simboliza um momento de conversão na vida do indivíduo.

Contudo, diferentemente do que, lamentavelmente, se faz hoje em dia, em que indivíduos que nunca pisam numa igreja correm para batizar seus filhos nela, para perpetuar uma tradição herdada sem sentido religioso algum para eles, o batismo na Umbanda tem um profundo valor e significado intrínsecos. 

Este batismo (e existem mil formas diferentes de fazê-lo, conforme cada terreiro), visa o reconhecimento público, perante aquela comunidade, da fé daquele que batiza ao passo que, ele mesmo, assume, para si e para seus guias, o compromisso nos caminhos da Umbanda.

É por esta razão que não se deve batizar qualquer pessoa. É preciso dar importância, valor, significado e isto, certamente, cada indivíduo é que descobre para si mesmo e, por esta razão, ninguém é obrigado.

Batiza-se quem quer, quem tem fé, quem dê importância a isso e apenas quando quiser!

No caso das crianças, o princípio é o mesmo, porém, exercido por escolha de seus pais que, por professarem esta fé, resolvem criar seus filhos dentro dos princípios da religião, o que de modo algum impedirá que, na vida adulta, eles possam escolher outros caminhos religiosos, se quiserem: Umbanda liberta, não aprisiona!

Os que se batizam, além de participarem de um ritual mágico, poderoso, encantador, embora simples, se permitem viver emoções e conexões com seus guias e com a comunidade de uma forma profunda e marcante.

Como diz o Velho aos recém-batizados: seja bem-vindo à Umbanda!

Leonardo Montes

Um comentário:

  1. Excelente! só aprendendo nesse site! pai Oxalá abençoe irmão

    ResponderExcluir

Os anos de internet me ensinaram a não perder tempo com opositores sistemáticos, fanáticos, oportunistas, trolls, etc. Por isso, seja educado e faça um comentário construtivo ou o mesmo será apagado.