sexta-feira, 20 de agosto de 2021

O que dizer para os que pensam que cultuamos o demônio?

intolerância religiosa
Imagem de europeancleaningjournal.com

A religião afro, umbanda e quimbanda na visão da igreja cristã: adoração de outros deuses, a quimbanda como demônios e o ritual de axorô como sendo sacrifícios de animais. – Grato pela pergunta, Letícia.

Antes de tudo é preciso dizer que, da forma como aprendi e penso, a Umbanda não é uma religião afro-brasileira, mas uma religião brasileira com influência afro. Pode parecer apenas um jogo de palavras, mas não é.

Dizer que uma religião é afro-brasileira é dizer que sua matriz religiosa é africana, embora o seu desenvolvimento tenha se dado no Brasil, que é o caso do Candomblé. Porém, a matriz religiosa da Umbanda é tipicamente brasileira, sendo uma fusão de conceitos do Espiritismo, do Catolicismo e do Candomblé.

Dito isso, vejamos a questão das igrejas: elas sempre pensam que estão com a razão.

O cristão brasileiro comum tem o péssimo hábito de achar que suas crenças são o centro do universo. Ele só consegue olhar para os outros a partir de suas próprias lentes: tudo aquilo que não estiver de acordo com a bíblia (e, diga-se, cada igreja acha que está interpretando da maneira correta, nunca entrando em acordo com as demais), está profundamente errado e é obra do diabo.

Como esse pressuposto é profundamente verdadeiro em suas doutrinas, logo, torna-se praticamente inútil qualquer tentativa de demonstrar o contrário: não é possível dialogar com alguém que antes mesmo de iniciar uma conversa se acredita certo em suas verdades.

Então, o que normalmente recomendo é: deixe que pensem o que quiserem. Não há, nunca houve – e, creio – nunca haverá, obrigação de sujeitar as práticas da Umbanda a qualquer doutrina bíblica, assim, eles continuarão a pensar que estamos com o demônio e nós continuaremos a pensar que o demônio é só um mito.

Sobre rituais que envolvem o sacrifício de animais, eu os respeito, pois sei que fazem parte da tradição de várias culturas e não pretendo agir como boa parte dos que condenam o sacrifício de animais, mas adoram uma churrascaria... 

Contudo, eu não pratico qualquer forma de sacrifício animal. Nunca derramei uma gota de sangue animal em meus trabalhos espirituais e pretendo continuar assim.

Quer transformar suas perguntas em textos para o blog? Escreva para: canalumbandasimples@gmail.com 

Leonardo Montes 


Share:

0 Comments:

Postar um comentário

Os anos de internet me ensinaram a não perder tempo com opositores sistemáticos, fanáticos, oportunistas, trolls, etc. Por isso, seja educado e faça um comentário construtivo ou o mesmo será apagado.