terça-feira, 20 de julho de 2021

DIÁRIO DE UM MÉDIUM INICIANTE - CAPÍTULO 33: REFORMA ÍNTIMA


A maioria dos médiuns Umbandistas que eu conheci não gostava de estudar e, muito menos, esforçar-se por se tornarem melhores enquanto indivíduos. Em nossa antiga casa, implantamos um estudo e apenas cinco pessoas, quando muito, apareciam... No dia de trabalho, eram 20; nos estudos, cinco. 

Muitos diziam não ter tempo para vir ao estudo, mas arrumavam tempo para não faltar da gira e se fosse da esquerda, o que ocorria sextas à noite, não faltava um... A bem da verdade, mesmo sabendo que na Terra a imperfeição impera e não desconsiderando que eu mesmo sou muito imperfeito, devo dizer que as pessoas mais complicadas que eu já encontrei no campo espiritual estão dentro da Umbanda, isso tanto presencialmente quanto virtualmente. 

Não desejo menosprezar meus colegas de religião e muito menos a mim mesmo, contudo, é notório aos meus olhos a diferença existente entre o “comportamento típico Espírita” e o “comportamento típico Umbandista” e isso me chocou muito, pois eu via pessoas que dentro do terreiro se esforçavam muito para serem ótimos trabalhadores, cambones ou médiuns, mas bastava pisar fora do terreiro que todo aspecto mundano da personalidade do sujeito tomava novo vulto, sem maiores reflexões ou pudores. 

Não tenho dúvidas de que no Espiritismo há também muitas pessoas complicadas... Mas, pelos anos em que trabalhei em centros espíritas, elas procuravam minimizar isso ou pelos menos disfarçavam muito bem... O Espiritismo tem um apelo muito forte à reflexão, ao entendimento, ao exame da própria consciência e isso começa desde cedo, na evangelização infantil, o que normalmente não ocorre na Umbanda, malgrado os sempre belos ensinos morais dos guias... 

O Umbandista precisa conscientizar-se de que não basta apenas ser um excelente médium ou um excelente devoto de tal Orixá, é preciso que se torne uma excelente pessoa, o que exigirá um grande esforço e uma longa caminhada para conhecer a si mesmo, identificar as próprias imperfeições e traçar estratégias para vencê-las. Penso que, hoje, é indispensável o médium não apenas estudar e buscar conhecimento, mas que igualmente se dedique à sua reforma íntima, tornando-se uma pessoa melhor... Não dá para querer ser uma pessoa fora do terreiro e outra dentro dele!

Leonardo Montes

Share:

2 comentários:

  1. Sensacional, não sei te dizer se é um mal do povo brasileiro não gostar de estudar. Mas com certeza devemos nos esforçar para sermos melhores.

    ResponderExcluir

Os anos de internet me ensinaram a não perder tempo com opositores sistemáticos, fanáticos, oportunistas, trolls, etc. Por isso, seja educado e faça um comentário construtivo ou o mesmo será apagado.