quarta-feira, 11 de março de 2020

ÂNSIA POR FALAR COM AS ENTIDADES

Imagem do google

A ânsia por falar com as entidades é algo que todos devemos combater, pois todos a possuímos em algum grau. Contudo, algumas pessoas parecem sofrem patologicamente deste tipo de ansiedade, pois sempre retêm a atenção das entidades em assuntos repetitivos e cujas orientações já foram dadas, embora, nem sempre tenham sido seguidas...

As entidades, quase sempre, possuem uma paciência quase infinita, explicando uma, duas, dez vezes a mesma coisa. Contudo, não devemos abusar desta paciência, exercitando, em nós, a moderação.

Há pessoas que, se deixar, tomam conta da entidade... Reduzem a gira apenas ao seu caso pessoal. Não pensam que a casa pode estar cheia, que o médium esteja cansado, que outras pessoas precisam igualmente de atendimento: apenas elas importam, apenas a dor que sentem merece atenção dos guias...

Falam de maneira frenética, abordando os mais variados assuntos de uma única vez. Por vezes, estão tão ansiosas que nem conseguem ouvir direito o que a entidade responde, colocando um assunto atrás do outro...

É por isto, inclusive, que em nossa casa os atendimentos duram até dez minutos e, em casos mais graves, no máximo, vinte minutos... Este tempo é mais do que suficiente para que a entidade oriente sobre o que for necessário...

Portanto, embora as entidades acolham a todos, devemos fazer a nossa parte. Agir verborragicamente é compreensível entre pessoas novatas e que se encantam com as entidades, não, porém, entre os que já possuem conhecimentos suficientes para discernir e separar as coisas.

Logo, antes de despejar uma enxurrada de reclamações na entidade, escolha um assunto e converse apenas sobre este assunto. O guia certamente te ouvirá e te aconselhará. Então, antes de passar para o próximo, cumpra primeiro as recomendações da entidade: tape o primeiro buraco antes de querer tapar o segundo...

Eis a receita para um bom atendimento na Umbanda!

Leonardo Montes

Share:

0 Comments:

Postar um comentário

Os anos de internet me ensinaram a não perder tempo com opositores sistemáticos, fanáticos, oportunistas, trolls, etc. Por isso, seja educado e faça um comentário construtivo ou o mesmo será apagado.