quinta-feira, 26 de março de 2020

A PALAVRA DE UM EXU

Imagem do google

Todos sabem que os exus têm fama de serem diretos, ásperos, às vezes, agressivos em seu linguajar quando se trata da verdade. Não há meias palavras com eles: perguntou, respondem.

Certa noite, um consulente procurou o auxílio de um médium iniciante e ainda bastante inseguro quanto ao próprio dom. O consulente se mostrava aflito, embora calado. Rapidamente, seu exu identificou o problema: seu irmão.

Amargas lembranças pesavam no coração do mesmo em relação ao próprio irmão!

Como sempre, a conversa da entidade fora séria, sem rodeios. Mas, o que poderia simplesmente parecer um cutucar de feridas mostrou-se uma excelente reflexão para todos.

O que disse foi mais ou menos o seguinte:

- Você está começando a desenvolver e um dia vai trabalhar na Umbanda. O que adianta vir para o terreiro se o seu coração está com tanta mágoa? Você não está aqui para melhorar, evoluir? Não conseguirá fazer isso sem perdão. É preciso perdoar seu irmão...

Após uma longa conversa o consulente se despediu, algo cabisbaixo.

Posteriormente, porém, soubemos que ele aceitara a empreitada do perdão. Procurou o irmão depois de 11 anos, fazendo as pazes! 

Outras entidades já o haviam alertado sobre a necessidade do perdão, porém, naquela noite, a palavra de um exu teve peso diferente. 

Leonardo Montes 
Share:

0 Comments:

Postar um comentário

Os anos de internet me ensinaram a não perder tempo com opositores sistemáticos, fanáticos, oportunistas, trolls, etc. Por isso, seja educado e faça um comentário construtivo ou o mesmo será apagado.