segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

COMPORTAMENTO NO TERREIRO: CANTAR!

Imagem do google

Algumas pessoas, no terreiro, sentem vergonha quando cantam. Não gostam muito de suas vozes e ficam receosas em desafinar...

É preciso lembrar que o terreiro não é o “The Voice” e que não importa se você é afinado ou não, o que importa é que você cante, cante com a alma, cante com vontade!

O ponto quando cantado com amor tem o efeito de uma oração. Assim, muito se reza na Umbanda, cantando!

Contudo, fazer as pessoas cantarem... É um belo desafio!

Todo terreiro tem o ventríloquo: aquele que você vê a boca mexendo, mas a voz nunca sai...

Tem aquele que reclama dos pontos, mas que nunca faz nada para ajudar...

Tem também aquele que grita, esquecendo que o ponto é cantado e não “gritado”.

Tem o que erra a letra e também aquele que ri de quem erra a letra.

E tem também aquele que fecha os olhos e se entrega, vibrando no íntimo da sua alma, com toda sua força e vontade, colocando suas melhores vibrações no canto que sai de sua boca, mas que nasce nas profundezas de sua alma...

Quem vamos ser neste processo?

A escolha é nossa!

Leonardo Montes

Share:

0 Comments:

Postar um comentário

Os anos de internet me ensinaram a não perder tempo com opositores sistemáticos, fanáticos, oportunistas, trolls, etc. Por isso, seja educado e faça um comentário construtivo ou o mesmo será apagado.