quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

COMPORTAMENTO NO TERREIRO: ASSIDUIDADE

Imagem do google

Começo este texto fazendo algumas perguntas: você deixa de ir para o seu trabalho profissional por estar com preguiça? Você deixa de ir para o seu trabalho se estiver chovendo? E se estiver frio? Muito quente?

Bem, provavelmente você tem vontade de faltar ao seu serviço nas mais diversas ocasiões, contudo, você supera todas elas e vai assim mesmo, afinal, você depende do seu trabalho para sustentar a sua casa, certo?

Se, de repente, você começa a faltar, é provável que seu empregador comece a repensar a sua importância dentro da empresa e venha mesmo a te substituir por outra pessoa, não é?

E em relação ao terreiro?

Há pessoas que conseguem trabalhar numa empresa o ano todo sem uma única falta e que não conseguem passar um único mês sem faltar no terreiro. Curioso, não?

Verdade seja dita, há pessoas que só vão ao trabalho espiritual se todas as condições estiverem favoráveis: carro com tanque cheio, clima agradável, nada de chuva, etc.

À menor contrariedade, faltam.

Entretanto, por que não dar ao terreiro a mesma importância que damos ao trabalho profissional? 

No serviço profissional, buscamos o pão material. No terreiro, buscamos o pão espiritual. Ambos igualmente importantes para nosso sustento integral!

É certo que ocasiões surgem aqui e ali que verdadeiramente impedem a nossa presença no terreiro (e aqueles que verdadeiramente amam estar no mesmo sempre faltam com o coração na mão), contudo, também é verdade que muitos deixam de comparecer por falta de vontade mesmo, simplesmente vencidos hoje por um cansaço, amanhã por uma indisposição, depois de amanhã pelo tempo que ameaça chuva...

A assiduidade é um dos valores que mostram às entidades o quanto estamos, de fato, compromissados com a causa que abraçamos. Dá pra imaginar o tipo de médium que alguém vai ser observando apenas o quanto ele comparece ou falta aos trabalhos do terreiro.

Leonardo Montes 

Share:

0 Comments:

Postar um comentário

Os anos de internet me ensinaram a não perder tempo com opositores sistemáticos, fanáticos, oportunistas, trolls, etc. Por isso, seja educado e faça um comentário construtivo ou o mesmo será apagado.