segunda-feira, 28 de outubro de 2019

ORIXÁ REGENTE DO ANO

Imagem do google

Todo fim de ano é a mesma história: surgem centenas de vídeos no YouTube onde “astrólogos” dizem qual será o Orixá do próximo ano e tudo de bom ou de ruim que isso implicará na vida de toda a população.

Mas, o que os Orixás têm a ver com os anos?

Em algum momento, dentro ou fora da Umbanda, houve uma associação entre os Orixás e os "planetas da astrologia" de forma que: o Sol representou Oxalá; Marte representou Ogum; Vênus representou Oxum e assim sucessivamente. Associou-se, portanto, os arquétipos de personalidade dos filhos dos Orixás com os planetas usados na astrologia...

Entre os processos astrológicos, existem tabelas feitas a partir de cálculos astronômicos, onde se pode ver os planetas que mais ângulos farão em relação à Terra (a regência) e, por isso, acredita-se na maior influência destes planetas sobre o comportamento das pessoas.

Em 2019, é Marte. Logo, se acredita que Ogum (por estar associado à Marte), rege o ano e, portanto, as características de Ogum se refletirão durante o ano todo no comportamento das pessoas, etc.

Apesar de muitos umbandistas entrarem com tudo nessa onda, ela simplesmente não faz o menor sentido dentro da religião nem perante as tradições africanas, onde, normalmente, se jogam búzios para se saber o Orixá regente (isso em algumas casas apenas) e de onde surge, também, a maior parte das divergências, já que os búzios podem apontar um Orixá e a astrologia outro e daí vem toda a confusão...

Aprendi com os guias que, embora todas as crenças sejam respeitáveis e devamos, naturalmente, respeita-las todas, não faz o menor sentido pensar que por um planeta fazer mais ângulos em relação à Terra que os demais, isso necessariamente fará com que tal Orixá tenha a regência do ano...

Jamais conversei com alguma entidade que tenha atribuído qualquer importância a este sistema...

Os Orixás aí estão muito antes de aprendermos a contar o tempo ou de fazermos associações astronômicas.

Leonardo Montes

Share:

0 Comments:

Postar um comentário

Os anos de internet me ensinaram a não perder tempo com opositores sistemáticos, fanáticos, oportunistas, trolls, etc. Por isso, seja educado e faça um comentário construtivo ou o mesmo será apagado.